O Dia das Lendas (Menos Uma)

•30 agosto, 2008 • Deixe um comentário

A sessão que eu tanto queria, o AT13, foi mesmo fantástico. Só não foi completo porque o Jadel não medalhou. Mas neste dia, vi de perto varias lendas do atletismo.

Vi o pódio americano nos 400m, com o La Shawn Merritt destruir a minha certeza de que o Jeremy Wariner ganharia. Vi os revezamentos americanos queimarem… Deu até dó das meninas do 4x100m. Lembro direitinho da Lauryn Williams queimando a passagem em Atenas. E de novo, aconteceu na passagem dela. Foi triste assistir a reação da Torri Edwards. Afinal de contas, era a última chance dela de uma medalha olímpica na vida. Para correr pelos EUA (com seu enorme celeiro de atletas), em Londres ela já estará muito velha.

Insanamente, vi os revezamentos brasileiros classificarem, com uma apresentação linda das meninas. É bem legal ver as meninas fazerem tão bonito. E pensar que já corri na mesma prova que elas. Imagina só o friozinho na barriga. Tudo bem que elas costumam chegar uns 15 metros na minha frente, nos 100m, mas isso não conta! 🙂 Já estive na pista com elas…

Vi também outro show jamaicano nos 200m feminino, e ouvi o hino da Jamaica pela enésima vez só no estádio. O reggae até começou a passar desapercebido!

Vi o Dayron Robles ganhar a prova que prometia ser a mais comemorada das Olimpíadas. Infelizmente, não vi o Liu Xiang correr.

Pausa para contar um causo

O Liu Xiang ainda está em 50% das propagandas de esporte na China. Alguns patrocinadores já começaram a tirá-lo do ar, mas ainda existe muita propaganda com ele. Nas lojas da Nike, existem vários manequins imitando o Liu Xiang passando uma barreira, mostrando o uniforme oficial da equipe chinesa de atletismo. Meu irmão tentou comprar (especialmente porque muita gente aqui no Brasil sempre dizia que ele era parecido com o “chinês da barreira”).

Depois de procurarmos em umas 3 lojas da Nike, resolvemos perguntar onde estava o uniforme. Aí descobrimos que o uniforme da seleção chinesa de atletismo não está a venda. Nem a sapatilha que o manequim usava. Quando o vendedor viu a nossa cara de frustração, trouxe um pôster do Liu Xiang para nos consolar… )

É engraçado ver o quanto esse cara é ídolo na China. É desproporcional, considerando que a China ganhou mais de 50 medalhas de ouro…

De volta ao AT13, no Ninho dos Pássaros

Infelizmente, vi o Jadel ficar para trás na disputa por medalhas em Pequim. Foi triste, mas nem tão inesperado. Se vocês acompanharam minhas previsões e comentários pre-Olimpíadas, eu já sabia que esta medalha seria bem difícil.

Ainda mais sabendo dos desentendimentos entre técnico-atleta alguns dias antes da competição.

Anúncios

Curiosidades na Busca por Ingressos

•30 agosto, 2008 • Deixe um comentário

Vi um cara apelando por um ingresso pra ver a natação. O cara estava implorando para assistir a ultima prova do Michael Phelps. Ficava gritando (em inglês), mas não sei se conseguiu. Não fiquei pra ver.

Na minha busca por ingressos do futebol, vi dois brasileiros, pai e filha, dispostos a pagar 1500 yuans, aproximadamente uns 380 reais para ver o triatlo. Nossa… como se assiste ao triatlo? 1500?? Provavelmente tinha alguem conhecido… é a única explicação.

Conheço um cara, o Jack, que pagou 13000 yuans (aprox uns 3500 reais) por 2 ingressos da final do basquete, para agradar ao sobrinho. E conheço outro, o Ronalt, que estava disposto a pagar isto. Até agora não sei se ele conseguiu, mas acho que sim… só não sei quanto pagou.

Já o vôlei teve a procura bem baixa. Fui tentar vender um ingresso de semifinal do vôlei feminino, e acabei tendo que vender por menos que paguei, porque tinha muita gente vendendo e pouca gente comprando. Isto aconteceu até o ultimo dia, nas finais… Não sei direito porque a procura estava baixa. Será que é porque é sub-esporte?? Hahaha… Sorry aos foleibolistas.

A Saga dos Ingressos

•30 agosto, 2008 • Deixe um comentário

Como assisti a Juliana Veloso no dia anterior e já tinha conhecido o cubo d’agua do lado de dentro, eu, minha mãe e meu irmão decidimos tentar vender os ingressos das semifinais dos saltos ornamentais, para tentarmos aproveitar o dia em Pequim para fazer alguma coisa diferente. A idéia era visitar a muralha, mas como o dia amanheceu super nublado e com uma chuva chata, achamos que a visita seria prejudicada. Então as pessoas que não queriam ganhar dinheiro como nós, acabavam vendendo para os reais cambistas chineses, que estavam comprando qualquer coisa. TODOS os ingressos que tentamos vender até então, um pouquinho acima do valor do que pagamos, só para ajudar a pagar os custos, eram comprados imediatamente, sem contra-proposta.

Teve nego até brigando com a gente porque vendemos o ingresso para outros por um preço muito baixo. O jogo de vôlei feminino Brasil x China, por exemplo, foi disputadíssimo. Não poderíamos assistir, porque conseguimos o ingresso da final do salto triplo no atletismo. Então fomos lá para o point, a estação de metrô Beitucheng para vender o ingresso. Tínhamos 5 ingressos para vender – 2 dos saltos ornamentais e 3 de vôlei. Uma menina brasileira, a Lori, amiga do Marcelones, me ligou pedindo os 2 dos saltos e 1 de vôlei.

Assim, acabei ficando só com 2 ingressos para vender na Beitucheng. Eu paguei 240 yuans pelos ingressos, mas joguei um valor de 700, só pra ver o que falavam. Pagaram na hora. E os negos em volta ficaram brigando, dizendo que pagavam 1000!! Minha mãe ainda ficou tomando bronca em chinês dos cambistas…
Ah, vocês querem saber se era legal comprar e vender ingressos? Não… vimos um cara ser preso, e sabemos de um amigo brasileiro e de outros brasileiros que foram presos tentando vender seus ingressos! Imagina a situação… ainda bem que não tivemos problemas com isso.

Quando fomos comprar os ingressos de Brasil x Argentina, parecíamos traficantes, porque o cambista mandava a gente andar devagar, não olhar pra trás, e ia seguindo, falando baixo, negociando até chegarmos num valor adequado para todos. Coisa de filme…

De volta ao Blog, finalmente…

•30 agosto, 2008 • Deixe um comentário

Bom, pessoal, após um longo tempo sem postar nada, agora vou fazer todas as atualizações possíveis. Aos poucos, é claro… mas nos próximos dias, todas as minhas percepções sobre as Olimpíadas, os países que visitei, as bizarrices e as curiosidades que vivenciei.
Foi uma pena que terminou a viagem… Foi uma viagem daquelas… inesquecíveis… recomendo a todos que algum dia visitem a China, e que planejem assistir a uma Olimpíada de perto. É simplesmente espetacular… não dá pra explicar nem com palavras e nem fotos.

Usain Bolt, ET?

•23 agosto, 2008 • 4 Comentários
Infelizmente, um dos ingressos que eu tambem nao consegui foi o da final dos 200m. Quando eu vi que tinha gente vendendo, jah era o dia seguinte!
Mas como saimos cedo das preliminares dos saltos ornamentais, e como o cubo d’agua eh do lado do ninho dos passaros (coloco as fotos em breve), fui dar uma olhada lah.
Chegamos lah, eu, o dJoh, e minha mae, justamente uns 5 minutos antes da largada da final dos 200m.
Com a mega master filmadora do meu irmao, demos um mega zoom na telinha do estadio, e assistimos a prova do lado de fora do estadio, mas bem perto do que estava acontecendo, com narracao e barulho da torcida.
Me senti lah dentro do estadio!!
Sobre a prova? Precisa falar alguma coisa??????
Bom, posso soh comentar que no dia anterior eu tinha falado que esse recorde ele nao quebraria nunca. Pois eh… preciso parar de fazer previsoes…

Um Post de Agradecimento

•23 agosto, 2008 • Deixe um comentário
Desde o Brasil tenho tentado comprar os ingressos para assistir a final do salto triplo masculino. Nesta sessao tambem aconteceria a final dos 400m, as preliminares dos revezamentos 4x100m, a final dos 200m feminino, fora varias outras provas boas do decatlo.
Tentei com um monte de gente comprar ingressos… No final, tive de passar oleo de peroba na cara e fui pedir para alguns amigos influentes.
Gostaria de deixar meus enormes agradecimentos a eles!!

A Casa Brasil para Ingles Ver

•23 agosto, 2008 • Deixe um comentário
No dia seguinte da frustracao do jogo de futebol feminino Brasil x Estados Unidos, fui tentar fazer uma visita na Casa Brasil. Ouvi falar bastante, minha mae tambem. Ouvimos varias reportagens… Sobre como a casa estava bonita, sobre como os milhoes e milhoes de reais ajudariam o Brasil a ganhar a concorrencia para sediar as Olimpiadas de 2016.
Pegamos um taxi para chegar mais ou menos nas redondezas.
Chegando por lah, ficamos meio perdidos para achar o hotel em que a Casa Brasil estava instalada.
Avistamos umas meninas vestidas com camisas brasileiras, entao perguntamos a elas se elas conseguiriam nos ajudar. Elas trabalhavam na Casa Brasil!! Entao, puderam dar informacoes muito precisas sobre as visitas.
Pois eh… Resumo… Visitantes, somente aos sabados das 9h as 11h da manha.
Adorei… Somos brasileiros, e somos impedidos de visitar a Casa Brasil, construida com o nosso dinheiro.
Depois, conversando com varias pessoas por aqui, fiquei sabendo que a coisa eh realmente totalmente politica. Literalmente para ingles ver. Ingles, alemao, americano… Aqueles que politicamente decidirao onde as Olimpiadas de 2016 acontecerao.
Jah nos, reles mortais, ficamos barrados de entrar no lugar. Como diria o povo do Segunda Segunda… VAI BRASIL!